Todos os posts de Novidades

SURF & RESCUE: PROJETO PROMOVE O SALVAMENTO AQUÁTICO ATRAVÉS DO SURF NAS PRAIAS PORTUGUESAS

Instituto de Socorros a Náufragos (ISN) e Associação de Escolas de Surf de Portugal (AESDP) estabelecem parceria com o intuito de reforçar a ligação entre o surf e o salvamento aquático. Formações gratuitas para treinadores e técnicos marcam o início da parceria e vão decorrer já este mês.

É do conhecimento geral que as Escolas e Treinadores de Surf dão um importante contributo para a segurança e o salvamento nas praias em Portugal, bem como toda a comunidade surfista de uma forma geral. Na verdade, são estes uns dos principais agentes de proteção e segurança das praias fora da época balnear. Contudo, muitos dos praticantes não detêm um conhecimento atualizado e adequado das técnicas de resgate, primeiros socorros e Suporte Básico de Vida e, na maioria dos casos, estas ações de salvamento ocorrem de uma forma informal e sem registo das ocorrências.

É com base no conhecimento desta realidade que o Instituto de Socorros a Náufragos (ISN) e a Associação de Escolas de Surf de Portugal (AESDP) estabeleceram esta parceria de cooperação, cujo início será marcado pela realização de 3 formações Surf & Rescue em três praias distintas. Estas ações marcam o final da época balnear e irão capacitar estes técnicos para garantir a segurança ao longo da costa durante todo o ano. As datas e locais destas formações são as seguintes:

23 setembro | Costa da Caparica

26 setembro | Sagres

30 setembro | Matosinhos

Esta formação é destinada a Treinadores e outros membros e trabalhadores de Escolas e Clubes de Surfing, tem a duração de 7 horas e atribui 1.4 Unidades de Crédito para a renovação das Cédulas de Treinadores IPDJ. A participação é gratuita e está limitada a 30 inscritos por cada ação.

Após a realização e balanço destas ações, o ISN e a AESDP irão anunciar o plano de iniciativas conjuntas a realizar no futuro.

Inscrições e mais informações por e-mail para: info@associacaoescolasdesurf.pt

Top

ALTERAÇÕES À FORMAÇÃO CONTÍNUA DE TREINADORES

Foi publicada ontem a Portaria n.º 141/2020, que vem regular a formação contínua de treinadores de desporto. Esta portaria entra em vigor no dia 1 de julho e traz consigo grandes alterações ao processo de formação contínua e revalidação das cédulas de treinadores.

As principais conclusões tiradas desta nova Portaria são as seguintes:

  • A revalidação da cédula de treinador passa a ter que ser feita a cada 3 anos, ao contrário dos 5 anos que vigoravam até agora;
  • Para a revalidação, passa a ser apenas necessário obter 3 Unidades de Crédito (15 horas de formação), ao invés dos 10 créditos (50 horas) obrigatórios até agora;
  • Deixou de haver obrigatoriedade de haver formação contínua da componente especifica e presencial;

Além disso, no caso de treinadores que tenham neste momento a cédula caducada mas que já tenham obtido 3 créditos, com a entrada em vigor da portaria a 1 de Julho, a cédula passará automaticamente a “ativa” e renovada por três anos.

Podem consultar na íntegra esta Portaria através deste link.

Top

AESDP e FPS colaboram em projeto de sinalética nas praias

A Federação Portuguesa de Surf (FPS) e a Associação de Escolas de Surf de Portugal (AESDP) lançam hoje uma campanha de comunicação assente na sinalética a adotar nas praias nacionais com vista à prevenção do COVID e etiqueta de surf, numa chamada de atenção às autoridades e sociedade civil para o papel das escolas de surf enquanto agentes ativos na gestão daquele que é o seu espaço de ação por excelência: a praia.

A campanha assenta em dois cartazes: um dedicado às medidas de prevenção de contágio com a COVID-19, e outro de etiqueta de surf, duas questões que se complementam e que contribuem para uma melhor (e mais segura) fruição do surf.

O presidente da Federação Portuguesa de surf, João Aranha, contextualiza assim a campanha conjunta: “É uma colaboração entre a Federação e a Associação para uma maior sensibilização dos utentes das nossas praias e uma abertura à colaboração com as autarquias no sentido de implementar uma sinalética mais clara neste contexto pandémico que exige, acima de tudo, uma comunicação eficaz e abrangente.”

Por sua vez, Afonso Teixeira, Diretor Executivo da AESDP, reforça: “O objetivo desta campanha é, acima de tudo, destacar o papel das escolas de surf como agentes que dão apoio à gestão das praias e contribuir com sinalética para ajudar na comunicação na praia.”

A FPS e AEDSP esperam agora um bom acolhimento por parte das autarquias costeiras para transformar esta campanha em sinalética física de apoio nas praias de norte a sul do país.

Top

PROJETO MELHOR TURISMO 2020

Informação atualizada, de maio de 2020, sobre o projeto Melhor Turismo 2020, financiado pela Confederação do Turismo de Portugal (CTP) através do Portugal 2020, de FORMAÇÃO e CONSULTORIA para as empresas do surf, em parceria com a entidade formadora e consultora Biosphere Portugal.

Principais informações:

  • Este projeto é destinado às empresas que operam nas regiões Norte, Centro ou Alentejo – se não tiverem sede em uma destas regiões, devem comprovar que desenvolvem atividade numa das regiões;
  • Devido à situação atual, decidimos comparticipar o custo que as empresas teriam para participar. Assim, a participação no projeto é gratuita, mediante um compromisso de participar em pelo menos 95% das horas de formação e consultoria;
  • A participação no projeto atribui as 10 unidades de crédito IPDJ necessárias à revalidação das cédulas de treinadores.

Áreas de Intervenção:

  • Gestão de recursos e Economia Digital: 72 horas de consultoria + 48 horas de formação; 
  • Implementação e Certificação de Sistema de Gestão de Boas Práticas de Sustentabilidade: 60h de consultoria + 40h de formação. 

Download Apresentação Projeto

Top

ESCLARECIMENTO: ATIVIDADES DE ENSINO DE SURF

Com o intuito de esclarecer toda a comunidade quanto à legalidade das aulas e treinos de surf nesta fase do desconfinamento, produzimos um documento de esclarecimento juntamente com a Federação Portuguesa de Surf (FPS).

Tendo em conta toda a desinformação que foi sendo vinculada ao longo dos últimos dias, as escolas que tinham retomado a sua atividade estavam a ser vistas como incumpridoras, quando a atividade é já permitida em várias regiões.

Assim, decidimos junto da FPS transmitir um sinal de união pela importância do momento que atravessam as escolas de surf, defendendo-as ao esclarecer toda a comunidade que a atividade que desempenham é já legalmente permitida.

Consultar o comunicado neste link.

Top

JÁ ESTÁ DISPONÍVEL A PRIMEIRA VERSÃO DO PLANO DE CONTINGÊNCIA PARA ESCOLAS DE SURF

Conforme o compromisso estabelecido pela Associação de Escolas de Surf de Portugal (AESDP) na Carta Aberta enviada ao Governo, foi hoje entregue a primeira versão do Plano e Manual de Contingência para a retoma da atividade de ensino de surfing.

Este documento é o resultado da participação ativa dos associados da AESDP na procura de uma solução equilibrada, que permita a retoma da atividade económica ligada às modalidades de deslize em ondas em segurança.

A Associação pretende que este seja tido como o primeiro contributo para um plano que deverá estar em constante aperfeiçoamento, que foi partilhado com todos os interessados para que possa haver um maior volume de contributos e sugestões de alteração.

Esta versão do Manual de Contingência AESDP pode ser consultada neste link.

Top
1 2 3 4 Página 1 de 4