top of page

DECORREU NO FIM-DE-SEMANA A ASSEMBLEIA GERAL DA ASSOCIAÇÃO DE ESCOLAS DE SURF DE PORTUGAL

Foram aprovadas por unanimidade as contas do exercício de 2022 e o plano de atividades para o presente ano, que terá um foco grande na regulamentação, licenciamento e ordenamento da atividade das Escolas de Surf em todo o país.


O auditório da Comunidade Intermunicipal do Oeste (OesteCIM), nas Caldas da Rainha, recebeu no sábado, os associados da AESP para a Assembleia Geral Ordinária de 2023, onde foi apresentada toda a atividade desenvolvida e os planos para o futuro da Associação.


Como tem sido habitual, a AESP irá centrar a sua atividade na representação das Escolas de Surf nacionais, dando-lhes uma voz ativa e forte na defesa das suas necessidades. O sector das Escolas de Surf está a atravessar uma fase de crescimento e de transformação legislativa, na qual é essencial que os agentes que estão no terreno tenham uma participação permanente. É esse o desígnio da AESP, que continua também a aumentar a sua representatividade e a atuar de forma concertada, a nível nacional mas também a nível local com a formação dos Núcleos locais AESP.


Esta atividade será complementada com a realização de eventos e formações direcionados às Escolas de Surf, bem como no apoio à realização de candidaturas a projetos e financiamentos, no acompanhamento e esclarecimento jurídico, entre outros.


Todos os associados AESP podem já consultar o Relatório de Atividade e Contas 2022 e o Plano de Atividades e Orçamento 2023, aprovados na Assembleia Geral.


Commentaires


bottom of page