Notícias

APRESENTADO O CAMINHO PARA UM ORDENAMENTO MAIS SUSTENTÁVEL DO SURF EM PENICHE

A Associação de Escolas de Surf de Portugal (AESDP) esteve no Centro de Alto Rendimento de Peniche no domingo, onde apresentou a sua proposta de atuação para uma maior regulamentação das escolas de surf e para uma gestão mais sustentável do surf na Capital da Onda.

A necessidade de uma alteração ao contexto regulamentar e de ordenamento do surf em Peniche ficou bem demonstrada pela forte adesão às sessões organizadas pela AESDP. Da parte da manhã, a Associação esteve reunida com 25 dos seus associados que operam nas praias do concelho, tendo a sessão pública da tarde contado com a presença de mais de 60 pessoas que expressaram as suas preocupações em relação ao atual estado de massificação do surf em Peniche.

A AESDP apresentou outros casos nacionais onde esta problemática tem já vindo a ser solucionada e comunicou a sua proposta do caminho a seguir para um ordenamento eficaz das praias em Peniche. Essa proposta passa pela criação de um grupo de trabalho composto por representantes dos diversos agentes locais, para a execução de um conjunto de propostas de ações a implementar já na época balnear de 2019.

Esta sessão surgiu no seguimento do compromisso estabelecido entre a AESDP e o Capitão do Porto de Peniche, no qual a Associação ficou de apresentar um documento contendo uma estratégia de regulamentação e ordenamento coordenada entre os diversos agentes locais. O objetivo da AESDP passa agora pela preparação de um documento que reúna um consenso geral entre todos os que utilizam as praias de Peniche.

Este é um momento decisivo para o futuro da capital do surf nacional, no qual a AESDP está fortemente investida, pelo que agradece a calorosa receção por parte da comunidade de Peniche e a participação das várias entidades locais, entre as quais a Câmara Municipal, o Clube e a União de Surfistas locais.

A apresentação feita pode ser consultada neste link.

Top

Deixe uma resposta

Required fields are marked *.


Top